sexta-feira, 16 de outubro de 2009

MP emite ordem de prisão contra presidente do ABC por elevação de ingressos


Notícia do DNONLINE

Um dia depois do ABC anunciar a majoração de 100% no valor dos preços dos ingressos para a partida contra o Vasco, marcada para a próxima terça-feira (20/10), o Ministério Público entrou em ação e saiu em defesa do consumidor. Na manhã desta sexta-feira (16/10), o promotor José Augusto Peres emitiu um mandado de prisão pedindo a prisão do presidente do ABC, Judas Tadeu Gurgel, caso fosse comprovada a venda no valor de R$ 40.

"O Procon municipal recebeu várias ligações desde ontem de torcedores do ABC se sentindo lesados pela elevação de quase 100% no valor dos ingressos visando a partida diante do Vasco. Diante disso, encaminhei um ofício para o delegado Flávio Dela Vale pedindo que ele fosse até o estádio Frasqueirão lavrar o auto de ocorrência e emiti um ordem de prisão em flagrante para o presidente do ABC caso fosse comprovada a venda com 100% de aumento", explicou o promotor José Augusto.

No entanto, o presidente Judas Tadeu não estava no local nem os ingressos haviam sido comercialializados ainda. "Fomos informado de que a venda ainda não havia sido iniciada e de que o presidente estava em São Paulo em virtude do jogo entre ABC e São Caetano hoje à noite. Em virtude disso, marcamos uma reunião às 14h30 para tentar fazer um ajustamento de conduta em cima dessa questão", afirmou Peres.

De acordo com o promotor, ao aumentar o valor dos ingressos em quase 100%, o ABC infringe o artigo da lei que trata da mjoração de serviço ou bens sem justa causa. "Até agora, os motivos elencados pela diretoria do clube para tentar convencer o MP da majoração dos ingressos não foi aceita. Fala-se em jogo atrativo, em ser o Vasco, clube que atrai multidões, mas até agora só quem está sendo beneficiado é o clube. E isso nós não podemos permitir", encerrou o promotor.

Confusão

A diretoria do ABC anunciou ontem que o preço dos ingressos para o jogo contra o Vasco seria R$ 40. Uma promoção seria feita assim que os ingressos cheguem a Natal e quem comprasse até a segunda-feira iria pagar R$ 30,00. Estudantes e idosos pagarão R$ 20,00. Estes preços são válidos para as arquibancadas. Nas cadeiras, o valor segue sendo R$ 60,00.

"Esse é o último jogo atrativo do ano e precisamos fazer queixa para quitar nossos compromissos. Espero que nosso torcedor possa nos compreender e mais uma vez nos ajudar", afirmou o presidente Judas Tadeu Gurgel no dia de ontem em entrevista ao Diário de Natal.

Da redação do DIARIODENATAL.COM.BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário